quinta-feira, 21 de julho de 2011

Tempo Limitado

Uma vida com tempo limitado. É, se pararmos para pensar é apenas isso que temos, e mesmo assim perdemos tanto tempo a lamentar coisas que ficaram no passado, decisões erradas, palavras não ditas ou sentimentos expressados da forma errada, mas por qual razão continuamos sempre a remoer nossas falhas ao invés de colocar uma vírgula e mudar nossas atitudes para melhor!? Se com o passar do tempo perdeste alguma coisa, supere isso. Pois se o tempo desfez algo é porque devia ser assim, não dependia somente de ti. Nada do que foi será, mas nada do que foi perdido se compara com tudo que ainda há de vir se sua perspectiva for boa, e se tiveres uma vida com propósito.
Vemos na História da Humanidade líderes que não pensavam duas vezes em acabar com a vida de pessoas para manterem o poder. Sabe, vemos tantas instituições onde todos se preocupam com a quantidade de pessoas, trabalhos realizados, mas são não se preocupam com os sentimentos de cada individuo, estão todos sempre a tentar lidar apenas com o colectivo. Um mundo que vê apenas números em tudo, e pessoas que não valorizam a própria existência. Homens que “...com a boca, professam muito amor, mas o coração só ambiciona lucro” (Ezequiel 33:31), vemos isso em todo lado. Eu nunca conheci ninguém que verdadeiramente se preocupou com cada pessoa individualmente além de Jesus. Não estou aqui para defender religião, nem para dizer o certo ou errado, mas sim para dizer que mesmo que ninguém o tenha valorizado, valorizado os teus sentimentos, os teus sonhos, houve alguém que se importou tanto que deu a própria vida por ti. Nós, seres humanos somos tão egoístas e vivemos tão cheios de nós mesmos, e sempre querendo sobressair em tudo, que desvalorizamos até as pessoas que mais amamos. Uma verdade é que não existe o bem-estar de todos, existe o bem-estar do outro. Acredito que o mandamento de amar o próximo como a si mesmo é se preocupar sempre em fazer o melhor para o seu próximo. Não estou a falar de ser falso, ou hipócrita, mas sim de em cada situação pensar na melhor solução que sirva para o bem do outro.
Há poucos dias consegui perceber algo que até então para mim não fazia muito sentido, na camiseta de uniforme da minha escola tinha a seguinte frase: “Servir é reinar”, e como alguém pode reinar sendo o servo? Pensava eu. Mas pude ver que Jesus servia todas as pessoas, tanto os discípulos como as multidões, Ele só podia fazer isso por que era completamente livre, e tal liberdade só temos n’Ele. A maior preocupação de Jesus estava nas pessoas, Ele se apaixonou pela humanidade. Creio que o desejo de Deus é que nós sejamos amigos íntimos d’Ele, e apaixonados por pessoas, ao ponto de colocar o bem-estar do outro a frente do nosso. É como se você tivesse um amigo muito querido, e por que ele é muito especial para você os filhos dele também se tornam especiais e você se preocupa em cuidar deles. É impossível conhecer o amor de Deus e não nos sentir responsáveis de transmitir esse amor ao nosso próximo, e quando fazemos isso atribuímos um valor muito grande a nossa vida. E percebemos que é o amor a resposta, mas como disse a Madre Teresa de Calcutá: “O amor, para ser verdadeiro, tem de doer. Não basta dar o supérfluo a quem necessita, é preciso dar até que isso nos machuque.”